sexta-feira, 29 de junho de 2007





Vem, vem pra mim e me toma
Me toma toda para você
Toma cada curva, pedaço, centímetro de mim

Vem, vem pra mim e me possui
Me possui como um animal no cio
Possui todo o meu íntimo, meu sexo, minha boca

Vem, vem pra mim e me fala
Me fala dos teus desejos e dos meus
Fala palavras pecaminosas no meu ouvido

Vem, vem pra mim e me cheira
Cheira meu sexo, minha pele, meus cabelos
Cheira o perfume do meu gozo que é teu

Vem, vem pra mim e me olha
Me olha com olhos de desejo, de paixão e de ternura
Olha nos meus olhos e vê o fogo da minh’alma

Vem, vem pra mim e me toca
Me toca com seus dedos e com teus lábios
Toca meu corpo, meus seios, meu sexo

Vem, vem pra mim e me faz mulher
Me fala, me cheira, me olha e me toca
E sente o gosto do prazer que tu me dás

5 comentários:

Menina do Rio disse...

Como eu gostava de poder olhar pra alguém e dizer: toca-me; mas não há como alcançar...

beijinhos

Junior disse...

Pura poesia

João disse...

Olá adorei o teu blog.Demais.Passa no meu e diz o que achas. ****

João disse...

Olá deixei um desafio pra ti no meu blog.Passa por lá pra veres e aproveitas pra comentares o meu. ***

Vity disse...

Hummmm

O cheiro ... o olhar ... ai o olhar, perco-me nos olhares...

E as palavras sussurradas ao ouvido? ... aquelas bem ousadas? ... ui deixam-me louca...

Adorei as tuas palavras ... bem sensuais...

Beijo
Vity